Vivências do pai em face do nascimento do filho prematuro: revisão integrativa

Amanda Aparecida Barcellos, Adriana Valongo Zani

Resumo


Introdução: O cuidado do filho durante muito tempo foi responsabilidade única e exclusiva da mãe, sendo o pai o responsável apenas pelo sustento da família. No entanto, esta forma de distribuição dos papéis familiares sofreu alterações no decorrer dos anos, e hoje, o pai divide com a mãe as decisões do cotidiano. Objetivo: Identificar, por meio da revisão integrativa, os sentimentos vivenciados pelo pai em face do nascimento do recém-nascido prematuro. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa em que são utilizados artigos científicos completos indexados nas bases de dados LILACS, MEDLINE e SCIELO, publicados no período de 2005 a 2015, nos idiomas português e inglês. Foram selecionados 13 artigos para compor essa sistematização. Resultados: Observou-se que os sentimentos mais prevalentes encontrados nos estudos foram medo e insegurança em decorrência do risco de morte e sequelas. Entretanto, alegria e felicidade se associam em diversos momentos devido à concretização da paternidade. O pai, de modo geral, vivencia sentimentos intensos, tão importantes quanto os da mãe. Conclusão: As equipes de saúde atuantes nas unidades neonatais devem estar preparadas para acolher, aconselhar e ensinar esse pai no cuidado do prematuro. Há a necessidade de novos estudos que insiram a figura paterna nesse contexto. Discute-se, também, a adoção de políticas públicas que fiscalizem essa implementação, auxiliando a minimizar sentimentos de sofrimento e a fortalecer sentimentos positivos


Palavras-chave


Pai; Recém-nascido; Prematuridade; Unidades de Terapia Intensiva

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v5i3.1198.p277-285.2017

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.