Entrevista com Martônio Mont’ Alverne Barreto Lima

Tércio Aragão Brilhante

Resumo


Martônio Mont’Alverne Barreto Lima é graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza (1988), Mestre em Direito (Direito e Desenvolvimento) pela Universidade Federal do Ceará (1993), Doutor e Pós-Doutor em Direito pela Johann Wolfgang Goethe-Universität Frankfurt am Main(1998 e 2004). Seu estudos pós-doutorais foram feitos sob orientação da Professora Doutora Ingeborg Maus. É Professor universitário desde 1989. Ao lado dessa substanciosa e ilustrada carreira acadêmica, ocupa, por concurso, o cargo de procurador do município de Fortaleza, estando à frente dessa instituição de advocacia pública, desde 2006, na qualidade de Procurador Geral. O entrevistado recebeu Opinião Jurídica em seu gabinete na PGM, numa ensolarada manhã de quarta-feira, durante intervalo de sua agenda profissional. Intelectual sério e democrata, com pensamentos profundos e sempre relacionados com o concreto, com o mundo real em que estamos inseridos, Professor Martônio teceu considerações sobre o Estado e o concerto institucional de seus Poderes, Democracia, Política e Direito, protagonismo judicial, comissões da verdade, Karl Marx, Arte, música e literatura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2447-6641oj.v8i12.p346-354.2010

Direitos autorais 2016 Revista Opinião Jurídica (Fortaleza)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.