Evolução branda de recidiva de infecção por varicela zoster após tratamento com fingolimode em paciente com esclerose múltipla: relato de caso
Benign evolution of shingles with fingolimod in a patient with multiple sclerosis: case report

Antonio Arlindo Morais, José Wagner Leonel Tavares Júnior, Antônio Pinto de Melo Neto, Francisco Pitombeira Lima, Carlos Augusto Ciarline Teixeira, Francisco de Assis Aquino Gondim

Resumo


Objetivo: Relatar o caso de um paciente com recidiva de herpes-zoster (HZ) e evolução benigna mesmo diante de imunomodulação para esclerose múltipla (EM). Descrição de caso: Mulher de 48 anos com história de EM durante seis anos, previamente tratada com interferon1b, iniciou tratamento com fingolimode, desenvolvendo HZ após 10 meses de tratamento. Mesmo sem tratamento com acyclovir, a paciente desenvolveu um curso brando, sem posterior desenvolvimento de neuralgia pós-herpética. Conclusões: As novas terapias para EM podem estar associadas a novos tipos de eventos adversos. Apesar da potencial gravidade, nem todos os pacientes com HZ em uso das novas terapias para EM têm curso desfavorável, sendo necessários estudos para identificar fatores de risco para as formas graves.

Palavras-chave


Esclerose Múltipla; Fingolimode; Herpes-Zoster; Interferon

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v4i1.258.p38-40.2016

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.