Avaliação da capacidade redutora de lipidograma do extrato aquoso de Abelmoschus esculentus: estudo in vivo

Ana Luiza Fontinele Magri, Ellane de Jesus Nascimento de Morais, Giovana Costa Vitorino, João Victor Alves Oliveira

Resumo


Objetivo: Avaliar a relação do extrato aquoso de A. esculentus como agente redutor das taxas de lipídeos no sangue periférico de Rattus novergicus. Métodos: Foram usados Rattus novergicus (n=21), divididos em três grupos de sete, com alimentação ad libitum, sendo um grupo controle negativo, um controle positivo e um teste, onde os três foram submetidos a uma dieta hipercalórica, sendo que no segundo houve administração de Sinvastatina® e no terceiro, extrato aquoso de A. esculentus. Foi realizada a dosagem sérica de colesterol total, triglicerídeos e HDL, além das medidas de peso e tamanho. Resultados:O grupo T apresentou resultado significativo para o colesterol HDL, quando comparado ao controle negativo, mostrando-se com valor de 40,33 ± 1,25 mg/dl e 35,5 ± 0,92 mg/dl, respectivamente, p < 0,05. Porém, em relação aos demais parâmetros, o extrato aquoso não apresentou significância estatística, quando comparado aos controles positivo e negativo. Conclusão: O extrato aquoso de A. esculentus mostrou-se eficaz na elevação do HDL plasmático.


Palavras-chave


Dislipidemia; Quiabo; Fitorapia

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.3046.p1-7.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.