Qualidade nutricional de dietas da moda veiculadas em revistas não científicas

Andreia Fátima da Silva, Virgínia Souza Santos

Resumo


Objetivo: o presente estudo teve por objetivo analisar a qualidade nutricional de cardápios de dietas da moda veiculadas nas revistas de circulação não cientificas “Malu” e “7 Dias com você”. Métodos: tratou-se de um estudo quali-quantitativo que avaliou cardápios das revistas mencionadas anteriormente, publicadas entre 2015 e 2016. Para a análise do conteúdo nutricional, foi utilizado o software DietWin® para averiguar o valor energético, macronutrientes, o teor de fibra bruta e a quantidade de cálcio, ferro e folato; e para a análise qualitativa, utilizaram-se as recomendações do Guia Alimentar para a População Brasileira para oferta de frutas, hortaliças e a presença de alimentos ultraprocessados. Resultados: as dietas analisadas são hipocalóricas; os macronutrientes estão adequados segundo os intervalos de distribuição de macronutrientes para adultos, pois são deficientes em fibras, cálcio, folato e ferro. Em relação à Ingestão Dietética Recomendada, atendem às recomendações para o consumo de hortaliças, são inadequadas em relação ao consumo de frutas e prescrevem alimentos ultraprocessados. Conclusão: a inadequação do conteúdo nutricional das dietas leva a prejuízos nutricionais e estão relacionadas às carências e aos excessos alimentares. Portanto, faz-se necessária a prescrição de dietas individualizadas por meio de avaliação detalhada.


Palavras-chave


Dietas da moda; Mulheres; Necessidades nutricionais

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v9i1.3062.p1-5.2021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.