Miocardiopatia Dilatada após uso de Adalimumabe em paciente com Pioderma Gangrenoso

Orivaldo Alves Barbosa, Talita Guimarães Andrade, Maria Danielly de Almeida Sousa, José Walter Correia

Resumo


Introdução: O pioderma gangrenoso é uma dermatose incomum, crônica e de apresentação clínica variável. Sua etiologia é indefinida, e seu tratamento não é bem estabelecido. O Adalimumabe é um anticorpo monoclonal humano contra o fator de necrose tumoral alfa (anti- TNF) que é raramente associado à disfunção cardíaca. Relato de Caso: Relatamos um caso de uma paciente com pioderma gangrenoso idiopático que, após duas doses de Adalimumabe, desenvolveu insuficiência cardíaca grave com miocardiopatia dilatada. Ela foi tratada com diurético de alça, betabloqueador e antagonista da enzima conversora da angiostensina. Após dois meses, encontrava-se sem queixas cardiorrespiratórias e com melhora da fração de ejeção. Conclusão: A miocardiopatia dilatada, apesar de ser manifestação rara do uso de fármacos anti -TNF deve ser considerada no diagnóstico diferencial de insuficiência respiratória após seu uso.


Palavras-chave


Pioderma Gangrenoso; Adalimumab; Cardiomiopatia Dilatada

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v9i1.3166.p1-4.2021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.