Exercício físico como medida terapêutica na Síndrome de POEMS: relato de caso

Vilma Maria Ribeiro, Lícia Maria Belchior Almeida, Luciana Dias Belchior

Resumo


Introdução: Síndrome de POEMS consiste na desordem paraneoplásica rara, por displasia celular plasmática, caracterizada, principalmente, por neuropatia. Relato de Caso: Paciente com síndrome de POEMS, sexo masculino, 56 anos, deambulando com o auxílio de andador, com incapacidade de caminhar por longas distâncias. Foi submetido à avaliação de espirometria, baropodometria e Teste do Índice do Andar Dinâmico (DGI) e SF-36, e, posteriormente, ao protocolo de intervenção para alongamento, força e equilíbrio. A avaliação pós-intervenção demonstrou aumento de força muscular e velocidade de marcha. Conclusão: As intervenções com exercícios físicos têm-se mostrado eficazes na melhora do equilíbrio e da qualidade de vida.


Palavras-chave


Síndrome POEMS; Exercício Físico; Qualidade de Vida.

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.3244.p1-4.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.