Considerações sobre a relação entre a hipertensão e o prognóstico da COVID-19

Gabriel Martins Barros, João Batista Raposo Mazullo Filho, Airton Conde Mendes Júnior

Resumo


Objetivo: iinvestigar a potencial associação entre a hipertensão arterial sistêmica (HAS) e a gravidade da COVID-19. Métodos: realizou-se uma pesquisa eletrônica no Medline, Scopus e Web of Science acerca da relação entre HAS e COVID-19. Resultados: as primeiras hipóteses levantadas revelaram que a associação entre as doenças estava no tratamento com inibidores da enzima de conversão da angiotensina e bloqueadores dos receptores da angiotensina. Contudo, em um estudo experimental, observou-se que os pacientes hipertensos tratados com esses medicamentos apresentaram menor taxa de gravidade da doença. Conclusão: até o momento, a relação de HAS e COVID-19 é conflitante.nte.


Palavras-chave


Hipertensão; Coronavírus; Prognóstico

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.3250.p1-3.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.