Efeito das “promessas terapêuticas” sobre os preços de medicamentos em tempos de pandemia

Amanda Maria de Paiva, Athos Wellington da Silva Pinto, Bruno Lobato Cançado, Farah Maria Drumond Chequer, Mariana Linhares Pereira, André Oliveira Baldoni

Resumo


Objetivo: Analisar o preço real de aquisição de medicamentos anunciados como promessas terapêuticas para tratamento da COVID-19 no Brasil. Métodos: Identificaram-se os medicamentos que estão sendo estudados e/ou noticiados como promissores e, posteriormente, analisaram-se os custos de aquisição desses medicamentos por uma drogaria do interior do estado de Minas Gerais, entre janeiro e junho de 2020. Resultados: Sete (87,5%) medicamentos apresentaram aumento do valor de compra no período estudado. Dexametasona e ivermectina apresentaram elevação de mais de 200% no preço. A menor elevação foi o polivitamínico, 5,44%. A hidroxicloroquina foi o único medicamento (12,5%) que não sofreu variação no preço e só foi adquirida nos três primeiros meses do ano de 2020. Conclusão: O preço de aquisição da maioria dos medicamentos anunciados como “promessas terapêuticas” para tratamento da Covid-19 no Brasil sofreu aumento significativo no período da pandemia.


Palavras-chave


Covid-19; Coronavirus; Tratamento Farmacológico; Preço de medicamento; Automedicação

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.3407.p1-5.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.