Homicídios em homens jovens: tendência e projeção em Mato Grosso-Brasil, 1996-2022

Franciele Silvia Carlo, Ligia Regina Oliveira, Amanda Cristina Souza Andrade

Resumo


Objetivo: Analisar a tendência de 1996 a 2017 e projetar de 2018 a 2022 a taxa de homicídios em homens jovens, segundo faixa etária, no estado de Mato Grosso. Métodos: Trata-se de Estudo ecológico, exploratório, de tendência temporal. Para modelagem da série e predição da taxa de homicídios para o período de 2018-2022, utilizou-se o método ARIMA (autoregressive integrated moving average). Resultados: Verificou-se a tendência temporal crescente de homicídios em homens jovens (15 a 29 anos), com manutenção de taxas altas para a população masculina de 15 a 19 anos. A previsão para o quinquênio 2018-2022 indicou elevação das taxas de homicídios entre homens jovens, revelando crescimento maior em adolescentes, mesmo com menores taxas ao longo dos anos. Conclusão: Este estudo indicou tendência crescente de homicídios em homens jovens em Mato Grosso, sobretudo em adolescentes. Visto que o homicídio possui variadas facetas fomentadoras admite-se que número substancial de homicídios deste estrato social poderia ser evitado seguindo estratégias eficazes de prevenção por meio de políticas públicas.


Palavras-chave


Homicídio; Adulto jovem; Adolescente; Predição; Estudos de séries temporais

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v9i1.3604.p1-8.2021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.