Avaliação do perfil metabólico dos pacientes transplantados do coração no Hospital de Messejana

Letícia Freitas Pimentel, Letícia Maria Perdigão Martins, Juliana Gomes Portela, Maria Helane Costa Gurgel, Arthur Rafhael Amorim Alves Esmeraldo

Resumo


Objetivo: Este estudo visa avaliar o perfil metabólico de pacientes que foram submetidos a TxC em um centro de referência do estado do Ceará. Métodos: Trata-se de um estudo transversal, quantitativo, em que se avaliaram 110 pacientes receptores de TxC no Hospital de Messejana de Fortaleza, no período de 2011 a 2018, por meio de uma ficha clínica. Resultados: observou-se que a maioria dos pacientes era do gênero masculino (76,5%), e a média de idade foi de 46,26 ± 12,73 anos. Entre os pacientes, observou-se que previamente à cirurgia, 42,5% tinham histórico familiar de doença cardíaca, 40,1% estavam com sobrepeso e 15% eram diabéticos. A classe de medicação mais utilizada para as doenças de bases foram os diuréticos, inibidores da enzima conversora da angiotensina e bloqueadores de receptores da angiotensina. A principal etiologia que levou à necessidade do TxC foi a miocardiopatia isquêmica. Conclusões: Nesta amostra, a doença de base com maior prevalência que levou ao transplante foi a miocardiopatia isquêmica. A maioria dos pacientes apresentou rejeição


Palavras-chave


Transplante de coração; Diabetes Mellitus; Hipertensão.

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v9i1.3711.p1-6.2021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.