Desigualdade da mortalidade por suicídio entre as macrorregiões de saúde do estado do Ceará, Brasil, 2012-2016

Rebecca de Aguiar Cordeiro, Eugenio de Moura Campos, Maximiliano Loiola Ponte de Souza

Resumo


Objetivo: descrever as características e taxas de mortalidade por suicídio no estado do Ceará e suas macrorregiões. Método: estudo descritivo, compreendendo o período de 2012-2016. Resultados e conclusão: a maioria dos casos ocorreu no sexo masculino, entre não casados, em domicílio, por enforcamento, na macrorregião de Fortaleza. A taxa no Ceará foi de 5,1/100.000. As macrorregiões do Sertão Central, Sobral e Cariri apresentam maiores taxas. Taxas mais elevadas ocorreram no interior do estado, onde, habitualmente, há menor acesso a serviços especializados, sendo a participação da atenção primária de grande importância no enfrentamento desse agravo.


Palavras-chave


Suicídio; Epidemiologia; Brasil

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v9i1.4148.p1-4.2021

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2021 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.