Análise da tendência espaço-temporal da hepatite B no estado do Pará, 2006 a 2018

Sãmyla de Cássia dos Reis Amaral, Rita de Cássia Sá Pereira, Amanda Yasmine Santos Tavares, Douglas Ferreira Pereira, Patrícia Danielle Lima de Lima, Sergio Beltrão de Andrade Lima, Symara Rodrigues Antunes, Danielle Cristinne Azevedo Feio

Resumo


Objetivo: o presente estudo tem por objetivo realizar uma análise do perfil espaço-temporal da hepatite B no estado do Pará, entre os anos de 2006 e 2018. Métodos: trata-se de um trabalho epidemiológico, ecológico e descritivo, realizado no estado do Pará por meio de seus municípios e regiões de saúde. A base de dados foi levantada perante consulta ao Departamento de Informática do SUS (DATASUS). Foram calculadas as variações percentuais anuais (APC) nas taxas de incidência de hepatite B, mediante a modelagem pelo método Jointpoint, usando o ano calendário como variável de regressão. Resultados: no estado do Pará, foram notificados, no período do estudo, 3,228 casos, sendo, 48,3% em homens e 51,7% em mulheres, com média de 248,3 casos por ano (61,8 de desvio padrão). A taxa de incidência média entre os anos de 2006 a 2018, nos 144 municípios no estado do Pará, obteve uma grande variação de 0 a 21,54 casos por 100.000 mil habitantes. Conclusão: apesar da dispersão nas taxas de incidência, obteve-se uma tendência crescente da ocorrência de casos de hepatite B no período estudado, sugerindo a necessidade de medidas de saúde pública mais eficazes no combate ao HBV


Palavras-chave


Hepatite B; Estudos de Séries Temporais; Epidemiologia; Saúde Pública

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v10i1.4576.p1-5.2022

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2022 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.