Indicadores de morbimortalidade da covid-19 em crianças e adolescentes no estado do Ceará

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v11i1.4728.p1-7.2023

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Epidemiologia descritiva, Indicadores de Morbimortalidade

Resumo

Objetivo: descrever os indicadores de morbimortalidade da covid-19 em crianças e adolescentes no estado do Ceará. Métodos: trata-se de um estudo observacional, analítico, do tipo transversal que avaliou dados secundários referente às notificações de covid-19, em crianças e adolescentes, no estado do Ceará, dos anos de 2020 a 2022. A coleta de dados ocorreu por meio da base de dados da Integração das Informações da Secretaria da Saúde do Estado do Ceará. Para o processamento dos dados, utilizou-se o Microsoft Excel, o qual foi organizado em tabelas e analisado por meio de estatística descritiva. A pesquisa não necessitou de aprovação em Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: observou-se, tanto para o sexo feminino quanto para o masculino, que o ano de 2021 obteve o maior número de casos notificados, confirmados e óbitos, e as faixas etárias mais acometidas foram as de zero a quatro anos e adolescentes de 15 a 19 anos. Para os indicadores de incidência, o sexo feminino teve maior incidência de casos confirmados na faixa etária de 15 a 19 anos. Os indicadores de mortalidade estiveram maiores entre as crianças de zero a quatro anos do sexo masculino, nos anos 2021 e 2022. Conclusões: os achados deste estudo reforçam que alguns grupos podem ter maior risco de desfechos ruins. O que torna necessário identificar fatores associados a resultados insatisfatórios em crianças e adolescentes com covid-19.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-08-07