Perfil epidemiológico e fatores associados à covid-19 em um município do Espírito Santo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v12i1.5085.p1-7.2024

Resumo

Objetivo: avaliar o perfil e os fatores associados à covid-19 em residentes no município de Alegre, Espírito Santo. Métodos: foi realizado um estudo epidemiológico com delineamento transversal no município de Alegre, por meio de inquérito domiciliar, entre os meses de novembro e dezembro de 2021. A análise descritiva foi realizada por meio de distribuição de frequências para as variáveis categóricas e por mediana e intervalo interquartil para as variáveis contínuas. Os fatores associados foram analisados por regressão de Poisson com variância robusta. Resultados: foram entrevistadas 687 pessoas, das quais 18,8% reportaram ter contraído a covid-19. A infecção foi mais frequente entre mulheres e pessoas mais jovens, especialmente antes da vacinação. A vacina inicial mais usada foi a Coronavac (42,6%), enquanto a dose de reforço foi predominantemente da Pfizer (86,30%). Cerca de um terço das aplicações de vacina resultou em reações adversas, destacando-se febre (56%), dor no corpo (31%) e dor de cabeça (41%). A automedicação foi comum, com 76,9% dos entrevistados utilizando medicamentos para tratar a covid-19, sendo a Azitromicina (26,4%), Ivermectina (24,0%) e Dipirona (10,8%) as mais citadas. Fatores como consultas médicas recentes e automedicação foram associados à ocorrência de covid-19. Conclusão: os resultados deste estudo podem ajudar a conscientizar a população sobre fatores que podem agravar a doença, destacando a importância do reforço nas medidas de prevenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2024-03-22