Análise da mastigação e da saciedade em escolares

Bruna Vieira Santos, Martha Elisa Ferreira de Almeida

Resumo


Introdução: a obesidade é um problema de saúde pública que está associada ao processo de ingestão dos alimentos. Objetivo: avaliar a mastigação e a saciedade das crianças de uma Escola Estadual. Métodos: avaliaram-se as crianças quanto à mastigação e à saciedade, mediante o consumo de maçã e biscoito com iogurte. Utilizou-se uma Escala Visual Analógica para avaliar a saciedade. Aplicou-se o Teste de Wilcoxon para avaliar, no mesmo sexo, o tempo de ingestão, a quantidade consumida e a saciedade; e o Teste de Mann Whitney para comparar entre os diferentes sexos e a mesma classificação do estado nutricional, sendo que ambos foram analisados a 5% de significância. Resultados: participaram do estudo 25 crianças eutróficas e 25 com excesso de peso. As meninas com excesso de peso consumiram a maçã em menor tempo (p<0,05). Ao comparar as crianças de diferentes sexos e a mesma classificação do estado nutricional, os meninos apresentaram um menor tempo de consumo para ambos os alimentos, e aqueles com excesso de peso ingeriram uma maior quantidade (p<0,05). Não houve diferença estatística nos sexos, nos valores da Escala Visual Analógica para os alimentos avaliados, aos quais os meninos com excesso de peso atribuíram-se menores notas (p<0,05), quando se compararam os diferentes sexos e a mesma classificação do estado nutricional. Conclusão: as crianças com excesso de peso consumiram, em menor tempo, uma maior quantidade de alimentos, havendo uma menor saciedade. É importante a realizaçã

Palavras-chave


Escala Visual Analógica; Alimentos; Obesidade

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v7i1.1963.p47-52.2019

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.