Agravos bucais e desenvolvimento da dentição em pacientes com leucemia - Revisão Integrativa

Emily Souto Martins, Claudiana Donato Bauman, Marília Lasmar Gomes Pereira, José Mansano Bauman

Resumo


Objetivo: verificar os principais agravos bucais e o desenvolvimento da dentição em indivíduos diagnosticados com leucemia e submetidos às terapias antineoplásicas. Métodos: trata-se de uma revisão integrativa da literatura fundamentada em artigos científicos, classificados de acordo com o nível de evidência (NE) científica proposto pelo Oxford Centre Evidence Based Medicine, 2009. A pergunta norteadora do presente estudo compreende: Quais as principais manifestações orais e alterações no desenvolvimento da dentição em pacientes com leucemia? Resultados: 14 estudos foram incluídos, publicados entre os anos de 2003 e 2019. As principais alterações bucais apresentadas foram morfologia anormal do esmalte e das raízes (taurodontia, hipodontia, microdontia, hipoplasia, raízes curtas), agenesias, sangramento gengival, mucosites, xerostomia e desenvolvimento dental tardio. Conclusões: torna-se necessário o acompanhamento


Palavras-chave


Quimioterapia; Leucemia; Radioterapia; Transplante de medula óssea

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.2953.p1-9.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.