Prevalência e aspectos epidemiológicos da COVID-19 na 9ª Região de Saúde de Alagoas

Joyce da Silva Nascimento, Leticia Pereira Bezerra, Rosália Elen Santos Ramos

Resumo


Objetivo: verificar a taxa de prevalência e realizar uma caracterização epidemiológica dos casos de COVID-19 na 9ª Região de Saúde de Alagoas, incluídos todos os casos registrados até 30 de setembro 2020. Métodos: os dados foram obtidos por meio da Secretaria de Estado da Saúde do Governo Estadual de Alagoas. Após a obtenção dos dados, realizou-se o cálculo de prevalência da doença para cada município da região, e, posteriormente, fez-se uma análise descritiva das principais características epidemiológicas, dos sintomas e das comorbidades relatadas pelos pacientes; o Odds Ratio dos óbitos e comorbidades também foi calculado. Resultados: 5.564 casos de COVID-19 foram registrados na região no período estudado. Santana do Ipanema foi o município com maior número de casos (1.295), Palestina apresentou a maior prevalência (5082,4/100.000 hab.). A maioria dos pacientes, de cor parda, com idade entre 31 e 40 anos, relatou ter tosse e febre. A diabetes foi a comorbidade mais relatada, e doenças cardiovasculares, hipertensão e diabetes as comorbidades significativamente associadas aos óbitos. Conclusões: os resultados aqui encontrados auxiliam na adoção de medidas e práticas preventivas, levando em consideração a taxa de prevalência da doença, dando importância, assim, aos municípios prioritários neste momento.


Palavras-chave


SARS-CoV-2; Características Epidemiológicas; Pandemia; Coronavírus

Texto completo:

PDFA


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2317-3076jhbs.v8i1.3556.p1-6.2020

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Journal of Health & Biological Sciences

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Fale Conosco
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.