TIPOLOGIAS DOS PROCESSOS DE COOPERAÇÃO EM GRUPOS DE MICROCRÉDITO: O CASO DO PROGRAMA CREDIAMIGO

Matheus Dantas Madeira Pontes, Thayanne Lima Duarte Pontes

Resumo


O objetivo do trabalho é identificar a tipologia predominante do processo de cooperação no programa Crediamigo. Por meio de entrevistas em profundidade com diferentes atores da instituição financeira, agência intermediadora e microempresários, constatou-se que o processo de cooperação intencional se sobressai no programa. Os entrevistados ilustraram que há razões estratégicas para o nascimento da cooperação, pois a reputação é o principal critério da seleção de parceiros, e o acesso aos recursos financeiros é o objetivo maior da cooperação e que o relacionamento e a interação entre agentes são os fatores de sucesso do programa. Oportunidades de melhoria para o programa foram identificadas, tais como uma maior atenção para capacitação e orientação dos microempresários participantes, além de fomentar a cooperação intra e intergrupos, para reforçar as capacidades produtivas e competitivas dos negócios. O microcrédito produtivo é essencial para o enfrentamento da vulnerabilidade econômica entre os microempresários, constituindo-se em peça importante para a competitividade empresarial.


Palavras-chave


microcrédito; crediamigo; processos de cooperação; grupos de crédito

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v10i3.p220-233.2021

Direitos autorais 2021 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.