Nível de divulgação do passivo contingente: um estudo nos bancos listados na BM&FBOvespa

Camila Silva Nascimento, Jorge Alberto de Saboia Arruda

Resumo


O presente estudo objetiva avaliar o nível de divulgação do passivo contingente dos bancos listados nos segmentos diferenciados de governança corporativa da BM&FBovespa nos demonstrativos financeiros de 2014 a 2016. Este estudo consiste em uma pesquisa qualitativa, classificada como descritiva. O procedimento metodológico adotado para a coleta de dados foi a análise documental. A amostra foi composta por dez companhias, e os resultados apontam que a média do nível de divulgação foi de 63%. Constatou-se que, das dez empresas analisadas, seis apresentaram o nível acima da média e quatro ficaram abaixo. Para este artigo, priorizou-se a descrição de seis empresas, três com nível acima da média e três com nível abaixo. Observou-se que os passivos contingentes mais encontrados foram tributários, trabalhistas e cíveis, respectivamente. Percebeu-se que as companhias ainda não estão cumprindo adequadamente as exigências estabelecidas pelo CPC 25 (2009); porém, a maioria apresentou níveis de divulgação satisfatórios.


Palavras-chave


Passivos Contingentes; Divulgação; CPC 25; Governança Corporativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v8i2.p46-60.2019

Direitos autorais 2019 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.