MENSURAÇÃO DO NÍVEL DE ESTRESSE OCUPACIONAL PERCEBIDO POR ATENDENTES DE TELEMARKETING DE UM CONTACT CENTER

Antonio Edson Oliveira Honorato, Agostinha Mafalda Barra de Oliveira

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo quantificar o nível de estresse ocupacional percebido pelos atendentes de telemarketing de um contact center, localizado no Rio Grande do Norte. Uma vez que as empresas desse ramo são, historicamente, conhecidas pelas dificuldades em suas relações trabalhistas, torna-se uma necessidade estudar o que os profissionais dessa área sentem em relação aos problemas que ocorrem em sua vida profissional. Trata-se de um estudo de caso que, para a coleta de dados, foi utilizado o questionário, com aplicação da Escala de Estresse Percebido (Perceived Stress Scale – PSS) para medir o nível de estresse no indivíduo. Com base nos resultados da pesquisa, constatou-se que a maioria dos atendentes sofre do estresse ocupacional em nível moderado ou alto, evidenciando que o ambiente de trabalho do contact center pesquisado é formado por agentes estressores que predispõem os funcionários a doenças ocupacionais como o estresse.


Palavras-chave


Estresse Ocupacional; Atendente de Telemarketing; Contact Center

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v9i3.p192-206.2020

Direitos autorais 2020 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.