FATORES DA QUALIDADE PERCEBIDA RELACIONADOS AO VALOR PERCEBIDO DO PREÇO EM SUPERMERCADOS COMPACTOS

Anderson Queiroz Lemos, Weslany Rose Assis Pereira da Silva, Carlos Alberto Xavier do Nascimento

Resumo


O setor supermercadista brasileiro possui baixas barreiras de entrada, forçando os micros e pequenos supermercados a se modernizarem para oferecer qualidade superior nos serviços. O objetivo deste artigo foi identificar a influência da qualidade percebida sobre o valor percebido do preço do produto no processo de desenvolvimento da vantagem competitiva em supermercados compactos. Dados foram coletados com 160 clientes, distribuídos em quatro supermercados compactos na Cidade de Goiás (GO). Por meio da técnica de análise de regressão linear múltipla, verificou-se que os fatores da qualidade percebida, significativamente, relacionados ao valor percebido do preço do produto, foram aspectos tangíveis, responsividade, empatia e localização. As evidências apontam um nível de qualidade percebida semelhante aos supermercados pesquisados, levando a concluir que os aspectos analisados não podem ser considerados diferenciais estratégicos que conduzam a vantagem competitiva. Esta pesquisa contribui ao demonstrar que as atuais estratégias para geração de valor no setor precisam ser revisadas.


Palavras-chave


Supermercado; Qualidade Percebida; Valor Percebido; Vantagem Competitiva

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v10i1.p143-159.2021

Direitos autorais 2021 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.