AS METODOLOGIAS ATIVAS NA PERCEPÇÃO DOS DOCENTES E DISCENTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO E ECONOMIA DA UAST/UFRPE

Renan Silva Ferreira, Maria Rickaely Andrade

Resumo


Este estudo objetiva analisar a percepção dos docentes e discentes acerca das metodologias ativas utilizadas nos cursos de Administração e Economia da Unidade Acadêmica de Serra Talhada - Universidade Federal Rural de Pernambuco (UAST/UFRPE). Ele foi realizado por meio de uma pesquisa bibliográfica (Base Scielo) e híbrida, mediante utilização de dois questionários on-line, estruturados em 16 perguntas, contendo uma amostra com 15 docentes respondentes, e outro com 12 perguntas, contendo uma amostra de 93 discentes respondentes, dos cursos estudados. Dessa forma, é possível verificar que, majoritariamente, existem professores formados em Administração, com 2 a 19 anos de atuação, e em ambas as atuações, existem aqueles que conhecem as metodologias ativas, mas entendem que elas ainda não são facilmente compreendidas pelos discentes. Os estudos dirigidos, sala de aula invertida, seminários e debates são provenientes de interesse dos docentes e apontados como os métodos que mais contribuem para a aprendizagem individual e coletiva, principalmente, pela dificuldade em disciplinas com predominância em cálculos.


Palavras-chave


metodologias ativas; docentes; discentes; administração; economia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v10i3.p48-61.2021

Direitos autorais 2021 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.