ANTECEDENTES DO BRAND EQUITY E CONSEQUENTES MODERADOS PELOS SERVIÇOS MAIS LEMBRADOS OFERTADOS AOS CIDADÃOS NO CONTEXTO DA CIDADE DIGITAL ESTRATÉGICA DE FORTALEZA

José Sarto Freire Castelo, Denis Alcides Rezende

Resumo


Este artigo estuda as relações entre os antecedentes do brand quity e os subsequentes que são moderados pelos serviços mais lembrados no contexto dos subprojetos estratégicos da cidade digital de Fortaleza. O marco conceitual é a literatura de última geração sobre brand equity e cidade digital estratégica. O estudo baseia-se em percepções individuais, coletadas por meio de uma pesquisa realizada via redes sociais com amostra não probabilística, composta por 191 cidadãos usuários dos serviços oferecidos no site de Fortaleza. A modelagem de equações estruturais foi utilizada para testar as hipóteses, e os resultados mostram que a atitude do cidadão, na preferência dos serviços de Fortaleza, na intenção de uso desses, é moderada, quando os serviços mais lembrados estão presentes, contribuindo, assim, para a literatura de marca e estratégias para as cidades digitais.


Palavras-chave


brand equity; cidadãos; subprojetos estratégicos da cidade digital; serviços mais lembrados; intenção de uso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v11i2.p7-24.2022

Direitos autorais 2022 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.