GESTÃO DAS CADEIAS DE SUPRIMENTOS DA SOJA E MILHO NO ESTADO DO MATO GROSSO (BRASIL)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.12662/2359-618xregea.v12i2.p134-151.2023

Palavras-chave:

agronegócio, prioridades competitivas, cadeia de suprimentos, soja e milho, Mato Grosso.

Resumo

Este estudo teve como objetivo identificar as prioridades competitivas que orientam a estratégia e o alinhamento da cadeia de suprimentos de soja e milho no estado do Mato Grosso (Brasil). Para tanto, utilizou como fundamentos temas da teoria das estratégias organizacionais como competitividade, gestão da cadeia de suprimentos e prioridades competitivas. Para assegurar a coerência entre o conjunto das diferentes correntes teóricas, foi utilizada como método uma pesquisa de caráter exploratório, do tipo qualitativa, com 12 gestores relacionados à cadeia de suprimentos. Para a coleta dos dados, foi utilizada a entrevista em profundidade com roteiro semiestruturado. O tratamento dos dados se deu pela análise de conteúdo, com suporte do software Nvivo 11.0, cujos resultados revelaram que a qualidade, o custo, a inovação e tecnologia, o crédito de custeio e a confiabilidade foram as prioridades competitivas mais utilizadas para o alinhamento estratégico da cadeia de suprimentos de soja e milho no estado do Mato Grosso (Brasil). Diante desses resultados, pôde-se evidenciar o alinhamento dessas prioridades entre os agentes da cadeia. No entanto, foram detectados pontos de conflitos e contradições que podem ser mitigados com a gestão da cadeia de suprimentos. Ainda, o estudo contribuiu para a sedimentação das prioridades competitivas como instrumento eficaz para gestão estratégica das cadeias de suprimentos da soja e milho. O estudo apresentou evidências empíricas de pontos de alinhamento e desalinhamento, entre os agentes envolvidos na produção de grãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vergilio Prado Sogabe, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em Administração pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso.

Roberto Giro Moori, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Doutor em Engenharia da Produção pela Escola Politécnica da Universidade de São – Departamento de Engenharia da Produção, São Paulo, SP. Professor do Programa de Pós-Graduação “Strito Senso” em Administração da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Roberto Ramos de Morais, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mestre em Engenharia de Produção, doutorando em administração de empresas. Professor na Universidade Presbiteriana Mackenzie e na Faculdade de Tecnologia do Centro Paula Souza.

Downloads

Publicado

2023-05-03

Como Citar

SOGABE, Vergilio Prado; MOORI, Roberto Giro; MORAIS, Roberto Ramos de. GESTÃO DAS CADEIAS DE SUPRIMENTOS DA SOJA E MILHO NO ESTADO DO MATO GROSSO (BRASIL). Revista Gestão em Análise, Fortaleza, v. 12, n. 2, p. 134–151, 2023. DOI: 10.12662/2359-618xregea.v12i2.p134-151.2023. Disponível em: https://periodicos.unichristus.edu.br/gestao/article/view/4587. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos