Socialização organizacional em campus de Instituto Federal

Adriana da Silva Correia, Lana Montezano

Resumo


O artigo objetiva descrever a percepção dos servidores de um Campus do IFB sobre processo de socialização organizacional e identificar dificuldades e necessidades de aperfeiçoamento. O estudo é teórico-empírico, descritivo, recorte transversal, abordagem mista, coleta de dados com questionário eletrônico e feitas análise de conteúdo e estatística descritiva. Foi usada amostragem não probabilística por conveniência com participação de 76% da população. Os resultados apontam que 51,5% dos servidores participam em programa de integração, 55,9% em treinamento, 74,3% concordam que a integração contribuiu com o processo de adaptação e 84,2% obtêm conhecimento para executar as tarefas após o treinamento. Percebe-se a influência positiva da socialização organizacional no preparo do servidor ao exercício de suas funções. Apresentar a socialização organizacional como ferramenta estratégica, e as dificuldades e recomendações de melhoria das práticas de socialização foram as principais contribuições desta pesquisa para compreensão do fenômeno e como pontos de atenção para as organizações.


Palavras-chave


Socialização Organizacional; Servidor Público; Treinamento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v8i1.p104-118.2019

Direitos autorais 2019 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.