Gestão de redes de inovação nos escritórios de transferência de tecnologia no Ceará: a implementação de um modelo de gestão colaborativo

Teresa Lenice Nogueira da Gama Mota, Samuel Façanha Câmara, Gisele Aparecida Chaves Antenor, Brenno Buarque de Lima

Resumo


Este artigo possui o objetivo de abordar como se deu a implementação de um modelo de gestão inteligente de rede na Redenit-CE, a partir de um estudo empírico nos escritórios de transferência de tecnologia (ETTs) das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) localizadas no estado do Ceará, Brasil. A originalidade da contribuição consiste na implementação de um modelo baseado na teoria da complexidade em uma rede de inovação colaborativa. O trabalho foi realizado a partir da pesquisa-ação, na qual também foram conduzidas entrevistas com atores da rede. Assim, concomitante à implementação do modelo teórico, no qual um dos resultados foi o Plano de Ação da Rede, realizaram-se atividades de gestão, como diagnóstico e planejamento estratégico da rede, com o envolvimento de representantes de cada um dos ETTs. Dos resultados até o momento alcançados, pode-se concluir que a proposta de gestão fundamentada na colaboração mostra-se aderente aos modelos de redes não hierárquicas e capaz de maturar a gestão da Redenit-CE.


Palavras-chave


Gestão da Inovação; Transferência de Tecnologia; Redes; Colaboração

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v8i1.p27-41.2019

Direitos autorais 2019 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.