OS JOVENS MILITARES SÃO ALFABETIZADOS FINANCEIRAMENTE? ESTUDO EM UMA ORGANIZAÇÃO DA FRONTEIRA GAÚCHA

André Luis Baumhardt Zuliani, Silvia Amélia Mendonça Flores, Mikaela Daiane Prestes Floriano, Ana Carolina Josende, Thadeu José Francisco Ramos

Resumo


Levando em consideração a existência de uma lacuna educacional, o presente artigo teve como objetivo estimar o nível de alfabetização financeira dos militares de uma Organização Militar da fronteira gaúcha. Para tanto, realizou-se um estudo descritivo, de abordagem quantitativa, usando o método do tipo Survey. Os dados desta pesquisa foram coletados com um instrumento e uma metodologia de mensuração já validada anteriormente. Os resultados encontrados sugerem que a maior parte dos respondentes apresenta um baixo nível de alfabetização financeira. E, ainda, que a dimensão das atitudes pouco influi na formação dos níveis de alfabetização financeira. Foi possível, também, verificar a relação direta entre conhecimentos financeiros e comportamentos financeiros. Os achados reforçam a necessidade de implementação de programas rígidos de alfabetização financeira à população em geral, de forma a ampliar o alcance da Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF).


Palavras-chave


Alfabetização financeira; Educação financeira; Finanças pessoais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v9i1.p136-153.2020

Direitos autorais 2020 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.