Lei de cotas e participação da mulher na vida política brasileira

Gerardo Clésio Maia Arruda

Resumo


Neste artigo, faz-se uma exposição dos primeiros esforços feministas, no Brasil, que objetivavam garantir a equidade de direitos eleitorais entre os sexos. Também, explicitam-se os aspectos econômicos e sociais favoráveis à implantação da política afirmativa de adoção do sistema de cotas por sexo para partidos e coligações, bem como se discutem os obstáculos ainda existentes e perspectivas à ampliação do número de cadeiras ocupadas por mulheres nos legislativos municipais e estaduais.


Palavras-chave


Política Nacional; Mulher e Política; Lei de Cotas; Partidos e Coligações Partidárias; Reforma Política

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2447-6641oj.v4i7.p111-123.2006

Direitos autorais 2018 Revista Opinião Jurídica (Fortaleza)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.