BRAND SENSUALITY & BRAND AFFECT: OS SEUS ANTECEDENTES E CONSEQUENTES

Carlos Daniel Vaz Nunes, Arnaldo Coelho, Cristela Maia Bairrada

Resumo


Os afetos são relevantes para que os consumidores possam desenvolver relações próximas e especiais com as marcas. Nesse âmbito, esta pesquisa tem como objetivo principal compreender quais os antecedentes e consequentes da “Brand Sensuality” e do “Brand Affect” e testar o efeito moderador do género. Por meio da realização de um inquérito, obtiveram-se 234 respostas válidas (do sexo feminino e do sexo masculino). De forma a testar as 19 hipóteses de investigação propostas ao longo do modelo conceptual, recorreu-se ao modelo das equações estruturais. Este trabalho de investigação revelou o impacto positivo da “Brand Sensuality” sobre o “Brand Affect”, trazendo, assim, contributos essenciais para o universo das marcas. Os resultados devem ainda ser um estímulo para a investigação na área do marketing e do Branding, uma vez que, por meio do desenvolvimento dessa investigação, clarifica-se, em nível prático, o conceito de “Brand Sensuality”, muitas vezes, confundido e referenciado como “Brand Sense”. Por outro lado, desvendam-se alguns dos seus antecedentes e consequentes e consolidam-se os conceitos de “Brand Affect” e “Brand Sensuality”.


Palavras-chave


Sensualidade da Marca; Afeto à Marca; Antecedentes; Consequentes; Gênero

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v8i3.p83-101.2019

Direitos autorais 2019 Revista Gestão em Análise

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.
Unichristus 2016. Todos os direitos reservados.